Ultrassom de 3mhz no tratamento estético

Olá, Juniquetes e Juniquitos.
estou de volta!
Hoje vamos falar do ultrassom de 3mhz que é usado para tratamento estético.

O ultrassom (US) é uma modalidade de penetração profunda, capaz de produzir alterações nos tecidos, por mecanismos térmicos e não-térmicos. Dependendo da freqüência das ondas, o ultrassom é utilizado para o diagnóstico por imagem, cura terapêutica de tecidos ou destruição de tecidos (STARKEY, 2001).

US terapêutico vem sendo empregado há mais de 40 anos no tratamento de diversas patologias e uma quantidade considerável de trabalhos laboratoriais têm sido realizados com o objetivo de esclarecer seus efeitos sobre os tecidos (KOEKE, 2003).

Os efeitos térmicos dentro dos tecidos são resultantes diretos da elevação da temperatura do tecido, provocada pelo ultrassom, variando de acordo com o coeficiente de absorção e a espessura do meio absorvedor (ERVALHO, 2005). A quantidade de absorção depende da natureza do tecido, seu grau de vascularização e da freqüência do ultrassom. Tecidos com elevado conteúdo protéico absorvem mais rapidamente que os com maior conteúdo de gordura, e quanto maior a freqüência, maior a absorção (BORGES, 2006).

GARCIA (2000) destaca, entre os efeitos não-térmicos do ultrassom, a micro-massagem, o aumento da permeabilidade celular, variação do diâmetro arteriolar e cavitação. À micro-massagem atribuem-se às oscilações provocadas pelo feixe ultrassônico que atravessa os tecidos. A movimentação desses provoca um aumento na circulação dos fluídos intra e extracelulares, facilitando a retirada de catabólitos e a oferta de nutrientes.

A micro-massagem, devido ao efeito mecânico (vibrações sônicas) que o US provoca, gera calor por fricção.

A cavitação ocorre em toda aplicação de US, onde, a oscilação molecular que ocorre de maneira cíclica, promove a formação de bolhas de ar/gás. A partir disso, podem ser classificadas em estável ou instável.

A cavitação estável e é aquela na qual as bolhas vibram nas ondas de pressão do US, aumentando e diminuindo de tamanho sem se romper. Esse efeito é considerado normal e desejável, pois provê efeito terapêutico.

A cavitação instável ocorre quando o volume da bolha se altera bruscamente e então a bolha colapsa (implode), causando mudanças de temperatura podendo resultar em dano tecidual ou não (KOEKE,2003; GUIRRO & GUIRRO, 2002; AGNE, 2005; JESUS et. al. 2006).

Estudos mostrados por BORGES (2006), no que se refere à atuação das ondas ultrassônicas no tecido adiposo, mostram que devemos considerar o fato de que na gordura o coeficiente de absorção é baixo, decorrente da homogeneidade do tecido, absorvendo pouca energia ultrassônica, sendo pouco provável a sua ação lipolítica.

 

INDICAÇÕES

  • Celulites,
  • Quebra de gordura,
  • Microcoagulação dos tecidos,
  • Estímulo de colágeno,
  • Pós operatóroio

CONTRA INDICAÇÕES

  • Febre,
  • Infecções,
  • Câncer,
  • Alteração auditiva,
  • Implante metálico na região a ser tratada,
  • Alterações de sensibilidade,
  • Durante a gravidez na região abdominal,
  • Epilepsia,
  •  Sobre as gônadas (ovários e testículos),
  •  Sobre os olhos,
  • Sobre epífises de crescimento em crianças e jovens,
  • Sobre regiões corporais previamente expostas a radiação,
  • Pacientes com hemofilia não-controlada,
  • Pacientes portadores de tumores malignos,
  • Pacientes com processos infecciosos.

 

E aí, se apaixonou pelos benefícios que o ultrassom pode promover para seu corpo?
Se ainda tem alguma dúvida deixe sua pergunta aqui.

 

Um abraço com muita saúde,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *