Síndrome do Túnel do Tarso

Olá, Junicat’s e Juniquitos, Estou de volta!

Hoje vamos falar da síndrome do túnel do tarso, também chamada de síndrome do túnel tarsal, ou ainda compressão do nervo tibial do tornozelo, consiste em um doloroso transtorno que acomete o pé, caracterizada pela compressão do nervo tibial em seu caminho pelo túnel tarsal.

É uma neuropatia, pois, nervo tibial posterior percorre a parte anterior da panturrilha pelo canal fibroso (túnel do tarso) próximo ao calcanhar e até a sola dos pés.

Quando os tecidos ao redor do túnel do tarso ficam inflamados, eles podem inchar e pressionar o nervo (compressão de nervo), causando a dor.

A face plantar proximal é o local mais freqüente de dor no pé, clinicamente falando, é mais comum em mulheres do que em homens.

A síndrome do túnel do tarso é relativamente pouco freqüente dentro das causas de dor no pé.

É observado principalmente nas mulheres entre 45 e 50 anos.

Os fatores de risco são: trabalho excessivo, trauma, exercício repetitivo, fratura ou presença de outra doenças reumática primária (artrite reumatóide, por exemplo). Cistos, tumores, tenossinovites, varizes, deformações congênitas, gota, Diabetes Mellitus e obesidade.

SINTOMAS DA SÍNDROME DO TÚNEL DO TARSO

  • Queimação;
  • Dor com formigamento que ocorre quando as pessoas caminham ou utilizam determinados calçados.A dor localizada ao redor do tornozelo (geralmente no lado interno) e que se estende para os dedos geralmente piora ao andar e melhora com repouso. Conforme a doença progride, a dor também pode ocorrer durante o repouso.

DIAGNOSTICO DA SÍNDROME DO TÚNEL DO TARSO

  • Exame dos pés e estudos de condução nervosa.
  • Sinal  de Tinel
  • Teste de torniquete

 

COMO FAZER OS TESTES PARA SÍNDROME DO TÚNEL DO TARSO

 

SINAL DE TINEL

Com o paciente sentado, o fisioterapeuta faz dorsiflexão máxima do tornozelo, eversão do pé, e estende os dedos do pé. De seguida, mantém esta posição por 5-10 segundos enquanto bate sobre o túnel do tarso (posterior ao maléolo medial). O teste é considerado positivo quando existem queixas de sensibilidade no nervo e/ou sinal de Tinel.

 

TESTE DE TORNIQUETE

Enrolar um manguito de esfigmomanômetro em torno do tornozelo afetado e inflá-lo até imediatamente acima da pressão arterial sistólica do paciente. Manter por 1 a 2 minutos. A compressão da região pelo manguito acentua o estreitamento do túnel, aumentando, assim, a dor do paciente. Se for provocada dor ou se a dor existente for exacerbada, então haverá suspeita de um comprometimento do túnel társico.

 

TRATAMENTO PARA SÍNDROME DO TÚNEL DO TARSO

  • Conservador
  • Cirúrgico

Injeções de corticosteroides, órteses e, algumas vezes, cirurgia são necessárias para aliviar a dor.

O tratamento conservador é com fisioterapia e acupuntura.

Não fique com dor em casa, procure tratamento imediatamente.

Uma pequena lesão pode trazer grandes consequências para seu organismo.

Leia também sobre: Dedo de gatilhoLesão no tendão de aquilesEpicondilite e Fisioterapia.

Um abraço com muita saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *