EPICONDILITE

Olá, juniquetes e Juniquitos. Estou de volta!
Hoje vamos falar sobre a
“EPICONDILITE QUE É A FAMOSA DOR DE COTOVELO”

A EPICONDILITE é uma condição que causa dor no cotovelo gerada pelo uso excessivo dos braços, antebraços e mãos.

O desenvolvimento da dor pode ser gradual ou súbito e com intensidade suficiente para tornar-se incapacitante para a atividade repetitiva com os braços.

ATENÇÃO: Os atletas não são as únicas pessoas que desenvolvem a EPICONDILITE, Muitas pessoas com epicondilite lateral/Medial participam de atividades de trabalho ou recreativas que exigem o uso repetitivo e vigoroso dos músculos do antebraço.

TIPOS DE EPICONDILITE

A dor quando se localiza ao redor da protuberância óssea lateral do cotovelo é chamada de EPICONDILITE LATERAL.
Quando se localiza na parte interna do cotovelo é chamada de EPICONDILITE MEDIAL.

SINTOMAS MAIS COMUNS

  • Dor ou queimação na parte externa do cotovelo, perto da protuberância óssea. Esta região fica sensível ao toque.
  • O cotovelo pode ficar rígido e a dor pode se irradiar ao braço e ao punho.
  • Pode haver sensação de formigamento no braço e nos dedos.
  • Fraca força de preensão. Sua mão se sente fraca, especialmente quando você aperta a mão.
  • A dor piora quando se movimenta a raquete, fecha o punho, tenta pegar algo com a palma da mão virada para baixo ou quando se estende o punho para trás.

Os sintomas são frequentemente agravados com a atividade do antebraço, como no momento de segurar uma raquete, girar uma chave inglesa, ou apertar as mãos. Seu braço dominante é mais freqüentemente afetado, porém ambos os braços podem ser afetados.

TESTES PARA DETECTAR A EPICONDILITE

Teste de Cozen

Posição do paciente: sentado com o cotovelo em 90º e punho cerrado e pronado.

Descrição do teste: o terapeuta com uma mão impõe resistência sobre o punho do paciente, que realiza uma extensão contra a resistência do terapeuta.

Sinais e sintomas: dor no epicôndilo lateral por tendinite dos extensores, o chamado “cotovelo de tenista”.

Teste para Epicondilite medial – cotovelo de golfista

Posição do paciente: sentado com o cotovelo a 90º e abdução do ombro a 90º.

Descrição do teste: 
esse teste poderá ser realizado de forma ativa pelo paciente, pedimos para que ele realize uma extensão total do membro superior a partir de uma flexão.

Sinais e sintomas: dor no epicôndilo medial (cotovelo de golfista) por tendinite dos flexores do punho.

 

Faça o teste e se existem sintomas procure seu fisioterapeuta e faça o tratamento que é essencial para recuperação.

Um abraço com muita saúde!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *